Livros
 
 
 
 
 

Carbono Alterado.

Longe de adotar um tom reflexivo, como faz os dois primeiros filmes Blade Runner e o Ghost in the Shell de 1995, Carbono Alterado não chega a revolucionar os gêneros pelo qual transita, mas não deixa de se configurar um exem...


 
 
 
 
 

Mistborn: O Herói das Eras.

O Herói das Eras funciona como um amálgama de toda a sua trilogia: até propõe algumas discussões relevantes e apresenta alguns poucos personagens interessantes, mas também traz uma narrativa profundamente contraditória, ...


 
 
 
 
 

A longa viagem a um pequeno planeta hostil.

O trunfo de A longa viagem a um pequeno planeta hostil está na sua capacidade de criar uma gama de personagens cativantes e usá-los para discutir ideias complexas e importantes.


 
 
 
 
 

Mistborn: O Poço da Ascensão.

O Poço da Ascensão é uma sequência inferior a um livro que já apresentava uma boa parcela de problemas. Com uma narrativa previsível, incrivelmente repetitiva e repleta de personagens com desenvolvimento problemático, o ...



 
 
 
 
 

Christine.

Apesar de ser alongada e indecisa sobre sua própria natureza, é uma prova da força de seus personagens que a narrativa de Christine continue funcionando: suas cenas de terror podem vir tarde demais e sua estrutura pode ser e...


 
 
 
 
 

Mistborn: O Império Final.

Mistborn: O Império Final traz um universo fascinante repleto de conflitos e simbolismos e apresenta alguns personagens cheios de potencial. Dessa forma, é uma pena atestar que a narrativa seja tão prejudicada pela repetiç...


 
 
 
 
 

O menino que desenhava monstros.

O menino que desenha monstros contém uma história repetitiva, personagens desinteressantes, cenas absurdas e trabalha seu tema de forma tortuosa. Assim, se o substrato metafórico de sua narrativa tinha potencial, este nunca ...


 
 
 
 
 

Boneco de Neve.

No fim, embora possa funcionar como apresentação ao universo da série da qual faz parte, Boneco de Neve passa longe de ser uma carta de introdução memorável.



 
 
 
 
 

A Torre Negra: A Escolha dos Três.

A Escolha dos Três marca um avanço na série A Torre Negra, estabelecendo personagens mais interessantes e criando um universo cheio de possibilidades. Se King trabalhar melhor o elemento do fantástico e tornar a narrativa m...


 
 
 
 
 

Exorcismos, amores e uma dose de blues.

Exorcismos, amores e uma dose de blues é uma fantasia urbana capaz de surpreender com seus aspectos fantásticos e de intrigar com seus mistérios e clima noir. Embora falhe em certos aspectos de sua trama, o romance ainda se...


 
 
 
 
 

A Torre Negra: O Pistoleiro.

O Pistoleiro é um romance de fantasia urbana sem o conteúdo para dar suporte à própria ambição: seus personagens são unidimensionais, suas discussões são rasas e seu universo é simplesmente uma zona de ideias.


 
 
 
 
 

Elantris.

Elantris é um romance de fantasia problemático demais para marcar uma estreia positiva para Brandon Sanderson. Trazendo personagens e discussões superficiais, uma estrutura inconsistente e inchada, o romance não consegue of...