Seu primeiro portal para notícias e críticas literárias!

 


3DS
 
 
 
 
 

Fire Emblem Echoes: Shadows of Valentia.

Shadows of Valentia tem sucesso ao revitalizar a história do antigo título da franquia, trazendo personagens e conflitos complexos. No entanto, o jogo embora também gera suspiros de alívio por vários elementos de Gaiden te...


 
 
 
 
 

Pokémon Sun & Moon.

Pokémon Sun e Moon são títulos que tentar renovar algumas convenções da franquia, mas são apenas parcialmente bem-sucedidos.



 
 
 
 
 

The Legend of Zelda: Majora’s Mask.

Mesmo tendo sido desenvolvido em apenas um ano, Majora’s Mask permanece sendo o título narrativamente mais ambicioso de sua franquia.


 
 
 
 
 

Fire Emblem Fates: Conquest.

Com fases inspiradas e uma história com núcleo dramático forte, Fire Emblem Fates: Conquest revela-se um título bem superior a Birthright, chegando perto de salvar Fates de ser a ovelha negra da franquia.



 
 
 
 
 

Zero Time Dilemma.

Graças a seu final desonesto, Zero Time Dilemma deixa de alcançar o mesmo patamar de excelência de seus predecessores, embora ainda permaneça um exemplar eficiente do gênero adventure.


 
 
 
 
 

Shin Megami Tensei IV.

Shin Megami Tensei IV é um jogo ambicioso, mas infelizmente falho.



 
 
 
 
 

The Legend of Zelda: Ocarina of Time.

Apesar de alguns defeitos, Ocarina of Time é um jogo que encanta pela forma com que estimula a exploração de seu universo, apresentando uma vasta gama de cenários e situações memoráveis.


 
 
 
 
 

Rhythm Thief & Emperor’s Treasure.

Com sistemas mal elaborados e uma história absurda, Rhythm Thief & Emperor's Treasure deixa o jogador tão frustrado quanto confuso.



 
 
 
 
 

Monster Hunter 4 Ultimate.

Monster Hunter 4 Ultimate é um excelente jogo de ação para o portátil da Nintendo, oferecendo uma história bem trabalhada, um sistema de combate robusto e mais de cem horas de conteúdo.


 
 
 
 
 
Capa do jogo de 3DS Fire Emblem Fates Birthright.

Fire Emblem Fates: Birthright.

Fire Emblem Fates: Birthright revela-se um dos títulos mais fracos da franquia, apresentando uma história pobre e algumas mudanças na jogabilidade que mais atrapalham do que ajudam.



 
 
 
 
 

Bravely Default: Flying Fairy.

Bravely Default: Flying Fairy é um RPG japonês clássico com uma história interessante, uma jogabilidade funcional e uma duração, infelizmente, grande demais.


 
 
 
 
 

The Legend of Zelda: A Link Between Worlds.

A Nintendo acerta no ritmo da aventura, no desenvolvimento da história, na direção de arte e na música, entregando, no fim, um dos melhores títulos da franquia.







Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com