Seu primeiro portal para notícias e críticas literárias!

 


Novo acordo ortográfico está em debate no Senado.

0
Posted 03/12/2015 by Rodrigo Lopes C. O. de Azevedo in Notícias

A Comissão de Educação do Senado (CE) está desenvolvendo um projeto de novo acordo ortográfico que pretende “simplificar” a Língua Portuguesa.

Dentre as modificações sugeridas, está a abolição da letra “h”, resultando em grafias como “oje” e “omem”, e a substituição do “ç” e do “ch” por “s” e “x”, respectivamente, gerando grafias como “educasão” e “Xile”.

Além disso, a letra “u” seria eliminada de dígrafos como em “queijo” e “guerra”, que passariam a ser escritas “qeijo” e “gerra”.

O presidente da CE, o senador Cyro Miranda (PSDB-GO), afirma que, até maio de 2015, as alterações serão debatidas em videoconferências com especialistas de Portugal, Angola, Cabo Verde e “Mosambique”, para depois partir para votação. Caso aprovado pelo CE, o projeto teria também que ser aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça, ir para votação no plenário para enfim ser aprovado pela Câmera de Deputados. Ou seja, ele ainda está em seus primórdios e há esperança de que seja barrado.

 O projeto conta com o apoio e a coordenação dos professores de Língua Portuguesa Ernani Pimentel e Pasquali Cipro Neto.“Segundo Pimentel, o objetivo é criar um sistema no qual se tenha o menor número de regras e de exceções, que seria mais econômico para a educação, pois ensinaria a língua portuguesa em menos tempo e de forma mais eficaz, sem necessidade de decorar.”

O site Literatura em Pauta repudia o projeto. Uma coisa é adequar a língua à realidade do país, abolindo regras amplamente ignoradas pela população (como o caso do trema). Outra coisa, bem diferente, é escrever qeijo.

Veja outros exemplos e detalhes do projeto na página do Senado.

Fonte.


About the Author

Rodrigo Lopes C. O. de Azevedo


0 Comments



Be the first to comment!


Deixe uma resposta

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com